Lojas Lutex

Imagens Blog

1) Durante os primeiros seis meses, um colchão novo deve ser virado de três em três semanas. A partir de então, deve ser virado quatro vezes por ano. Atualmente, muitos colchões têm um lado reservado para o Verão e outro para o Inverno, o que facilita na hora de saber quando deve virá-lo, sendo ainda perfeito para os mais esquecidos.

2) Além de o virar, um colchão também deve ser rodado a 180º (voltar a cabeça para os pés). Aproveite para o fazer na mesma altura em que vira o colchão.

3) As pegas situadas nas laterais do colchão não devem ser utilizadas nem para virar nem para transportar o colchão, mas apenas como apoio para o posicionar corretamente. Caso contrário, corre o risco de rasgar o próprio colchão.

4) Proteja o colchão com uma capa de proteção de boa qualidade. Se possível, adquira dois – assim terá sempre um suplente quando o outro for para lavar.

5) Aconselha-se que puxe os lençóis e cobertores para trás todos os dias depois de se levantar, deixando a cama arejar durante cerca de 30 minutos antes de a vestir.

6) Os lençóis da cama devem ser mudados todas as semanas e a capa de proteção do colchão regularmente. Deixe o colchão arejar durante uma ou duas horas antes de fazer a cama com os lençóis limpos.

7) Aspire o colchão todos os meses, para eliminar as células mortas da pele que são peritas em atrair ácaros.

8) Embora a aspiração seja a forma mais adequada de manter um colchão limpo, no caso de surgir alguma nódoa, recorra apenas a uma mistura de água fria e sabão neutro para, com movimentos suaves, tentar retirá-la.

9) Não recorte a(s) etiqueta(s) do colchão. Se surgir algum problema, é essencial que estejam intactas para poder reivindicar a garantia.

10) No caso de crianças pequenas, invista num protetor anti-humidade para o colchão que, além de ser lavado com frequência, deve ser substituído de dois em dois anos.

11) Evite sentar-se sempre na mesma ponta do colchão (enquanto calça as meias, por exemplo) para não contribuir para a deformação do mesmo.

12) Não utilize, nem deixe ninguém (principalmente as crianças!) utilizar o colchão como um trampolim. Além de não ser um brinquedo, este tipo de “divertimento” pode danificar a construção interior do colchão, além de alguém poder e machucar.